Fachin encaminha ao Plenário do STF pedido de suspensão de inquérito contra Temer

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou para o Plenário o pedido da defesa do presidente Michel Temer, de suspensão do inquérito aberto no STF.

De acordo com o gabinete da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, o colegiado irá analisar o pedido na sessão da próxima quarta-feira (24). Em despacho proferido neste sábado (20), o ministro também deferiu a realização de perícia na gravação de conversa entre o presidente e o empresário Joesley Batista e encaminhou os autos à Polícia Federal.

Fachin assinalou que o artigo 175 do Código de Processo Penal determina que “serão sujeitos a exame os instrumentos empregados para a prática da infração, a fim de se lhes verificar a natureza e a eficiência”.

Investigado por corrupção, obstrução de justiça e formação de organização criminosa, Temer anunciou, em pronunciamento na tarde deste sábado (20), o pedido de arquivamento da investigação ao STF. O inquérito tem como uma das provas a gravação com o dono da empresa JBS, Joesley Batista. Segundo Temer, a gravação foi “manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos”.

Na última quinta-feira (18), após o vazamento da delação do dono do grupo JBS, Temer fez um breve pronunciamento afirmando que não vai renunciar ao mandato, apesar da pressão popular e de bancadas partidárias do Congresso Nacional.

Michel Temer foi gravado por Joesley Batista em março deste ano, em uma conversa fora da agenda oficial do Palácio do Planalto, dando aval para que se mantivesse uma mesada para que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) se mantivesse calado na prisão, em Curitiba. Temer nega a versão do empresário da JBS, que anexou os documentos à delação premiada firmada com o Ministério Público Federal (MPF), e sustenta que houve edição do áudio, embora a PGR não tenha se pronunciado após o pedido de abertura de investigação contra o chefe do Poder Executivo.

Fonte: Jornal do Brasil

Compartilhar:

Notícias Relecionadas

Deixe um Comentário