Municípios das calhas do Juruá, Purus e Madeira saem da “Situação de Alerta e Atenção”

A Defesa Civil do Amazonas retirou hoje, 06, da “Situação de Alerta e Atenção”, 11 municípios das calhas do Juruá, Purus e Madeira, que estavam em análise hidro meteorológica, por conta da estiagem.
“Considerando as informações climatológicas e hidrológicas, apresentadas pelos órgãos oficiais de monitoramento como SIPAM e CPRM, e ainda o aumento gradativo das precipitações em todo o Estado do Amazonas e consequente recuperação do nível dos rios, retiramos os municípios do Alerta e Atenção, já que pelos dados, não haverá evolução do cenário de estiagem este ano”, explicou o Secretário da Defesa Civil do Amazonas, Fernando Pires Junior.
Saem do “Alerta” nove municípios: Canutama, Boca do Acre, Lábrea e Pauiní, localizados na calha do Purus. Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Itamarati e Envira, da calha do Juruá.
Dois municípios deixam a “Situação de Atenção”: Humaitá e Manicoré, ambos localizados na calha do Madeira.
Comportamento das Bacias- No mês de outubro, era esperado o aumento no volume de chuvas na Bacia do Juruá, com média de 188 mm. Até o dia 31, foi registrado 153 mm, 18% abaixo do esperado. Cruzeiro do Sul, no Acre, estação de referência para a região, se manteve acima do nível de 3,00 metros nos últimos três meses, e tem gradativamente recuperado o volume normal do rio, configurando o final do período de vazante.
Nas Bacias do Purus e Madeira, o comportamento dos rios é semelhante.

Fonte: Defesa Civil do Amazonas

Compartilhar:

Notícias Relecionadas

Deixe um Comentário